Ir para o conteúdo

TIE-Brasil

Voltar a TIE-Brasil
Tela cheia Sugerir um artigo

Estudantes realizam ato de repúdio contra golpe no Paraguai

26 de Junho de 2012, 21:00 , por Bertoni - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 234 vezes

Por Fernanda Regina do Megafone

golpe py ponte

Por toda a América Latina a expressão é negativa à decisão relâmpago, considerada um golpe contra a democracia no Paraguai. Nesta segunda-feira (25) várias manifestações simultâneas aconteceram para demonstrar a posição popular diante do fato. Em Foz do Iguaçu, que faz fronteira com o país aconteceu um ato de repúdio na Pedra Fundamental da America Latina, no cruzamento da avenida Paraná com a República Argentina.

O ato reuniu estudantes da Unila (Universidade da Integração Latino Americana) e outros manifestantes com cartazes e palavras de ordem contra o golpe disfarçado de impeachment que aconteceu na tarde da última sexta-feira (22) em que o presidente do Paraguai Fernando Lugo, que foi deposto de seu cargo através de uma votação no senado do país.

Alguns acadêmicos da Unila, paraguaios e de outras nacionalidade já seguiram para Assunção para participar das manifestações em frente a praça da república. “Daqui alguns dias vamos fazer outras manifestações, desta vez em Ciudad Del Este. O ato não significa que estamos apoiando diretamente a Lugo, estamos apoiando ao processo democrático”, declara o estudante de Relações Internacionais da Unila, Pablo Daniel Orué.

golpe py 1O estudante acredita que as manifestações poderão demonstrar aos demais governos latinos que é necessário repensar a situação que “está afetando seriamente as relações internacionais do Paraguai”. Para ele, o golpe foi contra o povo paguaio que havia manifestado sua vontade através das urnas quando elegeu Lugo para presidência do país. “Pessoalmente, senti muita frustração, pois o parlamento foi contra ao que o povo manifestou em 2008, foi contra o voto popular”, lamenta Pablo.

Em Foz, esta não é a primeira manifestação dos acadêmicos contra o golpe. Eles já haviam realizado protestos pacíficos na Ponte da Amizade e em frente ao Consulado do Paraguai.

Megafone - Fernanda Regina
@fernanda_rcunha


0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar