Ir para o conteúdo

TIE-Brasil

Voltar a TIE-Brasil
Tela cheia Sugerir um artigo

Repressão: a palavra mais usada no programa eleitoral dos tucanos de Curitiba

26 de Agosto de 2012, 21:00 , por Bertoni - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 541 vezes

Por Sérgio Luís Bertoni

Confesso que, devido às opções eleitorais em Curitiba, todas velhas conhecidas, mantive-me alienado da campanha eleitoral no rádio e na TV. Porém, hoje (27/08) pela manhã, na falta de um CD no carro, acabei escutando o programa eleitoral no rádio.

Os candidatos a prefeito nos agraciaram com a mesmice de sempre. Um trouxe um programa xoxo, frio, desmotivado, bem a cara de Curitiba. Outro falou-nos dos amigos e parentes,  estes os únicos a fazer doações para a campanha, diga-se de passagem. Um terceiro estava cheio de amor para dar. Todos muitos meigos e deveras piegas.

O que chamou-me a atenção e me levou a escrever este post foi o programa eleitoral dos tucanos, nesta feita representado por seu preposto do PSB.

O atual prefeito e candidato da coligação tucana, não economizou propostas em relação ao tema segurança. E confesso que ele me pareceu bastante sincero em suas palavras.

O que mais ouvi foi a palavra repressão. Roubos? Repressão. Drogas? Repressão. Desordem? Repressão. Briga de torcidas? Repressão. Favelas? Repressão. Repressão, repressão, repressão e por aí foi. (Procurei o áudio na internet, mas não o encontrei nem no site do candidato. Assim que estiver disponível, o compatilharei aqui).

Sem falar das mazelas do sistema capitalista que a mesma turma gere em Curitiba há décadas, o preposto do tucanos se limitou a apresentar a repressão como solução para todos os males de segurança.

É a velha sanha da Casa Grande. Toda vez que a senzala ousa levantar a cabeça, os donos do pedaço chamam a repressão para dar um jeito na patuleia.

Por isso, queridos curitibanos, não estranhem se vossos filhos(as), maridos, esposas, parentes, amigos(as), etc, aparentemente sem motivos, forem reprimidos pela Guarda Municipal ou pela Polícia Militar, ou Juntos, caso o preposto dos tucanos seja eleito. Ele está deixando bem claro na campanha. A solução para tudo é repressão.

Que não se lembra da cavalaria contra os professores?

Pois, então, se preparem pois dias piores virão. 


Tags deste artigo: curitiba psb psdb injustiça desigualdade social mazelas antidemocracia repressão

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar