Ir para o conteúdo

TIE-Brasil

Voltar a TIE-Brasil
Tela cheia Sugerir um artigo

RodapéNews - 1ª Edição, 29/10/2012, Segunda-Feira

28 de Outubro de 2012, 22:00 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 463 vezes

(informações de rodapé e outras que talvez você não tenha visto)

Compilado por Paulo Dantas

 
MAR DE LAMA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO (SP)
Várias decisões judiciais que recaem sobre apurações de fraudes generalizadas na gestão do prefeito reeleito Valdomiro Lopes (PSB) ocorreram após o 1º turno
 
TREM DA ALEGRIA EM RIO PRETO (SP)  COM DINHEIRO PÚBLICO
 
JUSTIÇA ACATA PEDIDO DO MINISTÉRIO PÚBLICO E ABRE PROCESSO CONTRA PREFEITO REELEITO VALDOMIRO LOPES (PSB) E 13 VEREADORES
G1 - 27/10/2012 - Sábado
Justiça abre processo contra prefeito e vereadores de Rio Preto, SP
A Justiça de São José do Rio Preto (SP) abriu processo para investigar o prefeito da cidade Valdomiro Lopes e mais 13 vereadores suspeitos de favorecer apadrinhados que foram beneficiados com cargos públicos no município.
Na ação, o MP pede devolução de R$1,2 milhão gastos com salários e a condenação do prefeito e dos vereadores por improbidade administrativa.
O caso está na Vara da Fazenda de Rio Preto
 
Diário da Região - 27/10/2012 - Sábado
Justiça aceita ação contra Valdomiro Lopes, prefeito reeleito de Rio Preto, e mais 13 vereadores
O prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB), e outros 13 vereadores vão responder por improbidade administrativa pela aprovação da Lei dos Apadrinhados (346/11), em agosto de 2011. A juíza da 2ª Vara da Fazenda, Tatiana Viana Santos, acatou ação proposta pelo Ministério Público que cobra do prefeito e dos parlamentares o ressarcimento de R$ 1,2 milhão aos cofres públicos. 
A juíza analisou a defesa prévia apresentada por Valdomiro e pelos vereadores e concluiu que não é caso de “rejeição da ação”. “Há indícios que corroboram o alegado na inicial. Necessário é o prosseguimento do processo com a citação dos réus e eventual produção de provas”, afirmou a juíza em seu despacho. 
O promotor Sérgio Clementino, autor da ação, defende que Valdomiro e os parlamentares agiram de má-fé e dolo na votação e aprovação de projeto de lei que criou 230 cargos comissionados - de livre nomeação e exoneração do prefeito. De acordo com o promotor, 60 desses cargos eram “desnecessários”
 
LUIZ TAVOLARO, EX-BRAÇO DIREITO DO PREFEITO VALDOMIRO LOPES E ENVOLVIDO NAS FRAUDES DE LICITAÇÕES DA PREFEITURA DE RIO PRETO, TEM SIGILO QUEBRADO
 
Diário da Região - 16/10/2012
TJ determina quebra do sigilo bancário de Tavolaro
O Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo determinou a quebra do sigilo bancário do ex-procurador-geral de Rio Preto Luiz Tavolaro e das contas bancárias do seu escritório de advocacia em São Paulo. A decisão é do desembargador Luiz Sérgio Fernandes de Souza que concedeu efeito suspensivo em recurso do Ministério Público, que apura suposto enriquecimento ilícito de Tavolaro. 
O ex-procurador é investigado por comprar uma casa no condomínio Dahma 3 no valor de R$ 780 mil em 2009, quando era servidor público com salário de R$ 7,7 mil. De acordo com denúncia recebida pelo promotor Sérgio Clementino, Tavolaro teria ganho o imóvel de “presente” da construtora Constroeste, responsável, entre outras obras, pela coleta e destinação do lixo na cidade
 
INFORMAÇÃO DE LOBISTA, QUE DENÚNCIOU VALDOMIRO LOPES E LUIZ TAVOLARO POR INÚMERAS FRAUDES NA PREFEITURA DE RIO PRETO, É CONFIRMADA
 
Diário da Região - 19/10/2012
MP confirma data de voo citado por lobista
Passagens aéreas em nome do prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB), e do ex-procurador-geral do município Luiz Tavolaro comprovam que os dois viajaram para Brasília no dia 12 de janeiro de 2010. Essa foi a mesma data informada ao Ministério Público pelo empresário Alcides Barbosa, que afirmou estar com os dois na mesma viagem. 
Segundo o promotor de Justiça Sérgio Clementino, a confirmação feita pela própria Prefeitura é mais “um degrau” para comprovar que o prefeito e Tavolaro voltaram no jatinho prefixo PR-ALV, de propriedade do empresário Ricardo Valadares Gontijo, dono da construtora Direcional, uma das maiores empreiteiras do país, como acusado por Barbosa
 
LOBISTA SERÁ OUVIDO PELA CÂMARA DE VEREADORES DE RIO PRETO NO DIA 6 DE NOVEMBRO
 
Diário da Região - 29/10/2012
Câmara aprova ‘convite’ a lobista
Quatro meses após as primeiras denúncias, a Câmara de Rio Preto aprovou ontem requerimento convidando o empresário Alcides Fernandes Barbosa para usar a tribuna livre na Casa por 10 minutos, no dia 6 de novembro. De acordo com o requerimento, de autoria do vereador Marco Rillo (PT), Barbosa poderá apresentar detalhes das acusações contra o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) e o ex-procurador-geral do município Luiz Tavolaro feitas por ele em entrevista ao Diário e, posteriormente, em depoimento ao Ministério Público. 
De acordo com vereadores, a aprovação do requerimento no plenário foi um “recado” de integrantes da base governistas, especialmente aqueles que não conseguiram a reeleição, para Valdomiro. Os motivos apresentados por parlamentares foram muitos, desde a falta de apoio durante a campanha eleitoral, desgaste junto à população, e falta de atenção em pedidos feitos por eles no “varejo.” 
Barbosa é autor de diversas acusações contra Valdomiro e Tavolaro envolvendo um suposto esquema de pagamento de propina em contratos com empresas prestadoras de serviços na cidade, além de fraude em licitações. As denúncias são investigadas pelo promotor de Justiça Sérgio Clementino. Ele foi preso no Rio Grande do Norte acusado de fraudar licitação para inspeção veicular no Estado.
Saiba mais
 
 
CONTRATOS IRREGULARES NA SAÚDE DA PREFEITURA DE RIO PRETO
 
Diário da Região - 11/10/2012
TJ manda investigar licitação na Saúde da prefeitura de Rio Preto
A delegacia Seccional de Polícia de Rio Preto instaurou inquérito para investigar suposto crime de fraude em licitação cometido pelo prefeito Valdomiro Lopes (PSB), o ex-secretário de Saúde José Victor Maniglia e o consultor José Humberto Fernandes de Aguiar Júnior, conhecido como Júnior Baiano. 
O inquérito foi instaurado no dia 2 de outubro pelo delegado Humberto Páscua por determinação do Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo, que é o órgão responsável por apurar possíveis crimes cometidos por prefeitos, que têm foro privilegiado. 
De acordo com o delegado, serão investigadas possíveis irregularidades em contratos entre a Prefeitura e a empresa JH Fernandes de Aguiar Júnior, de propriedade do consultor. Enquanto permaneceu em Rio Preto, Júnior Baiano recebeu R$ 101,2 mil entre 2009 e 2010, em valores fracionados para dispensar a necessidade de licitação. Por conta desse fracionamento, o Ministério Público já ingressou ação civil por improbidade contra Valdomiro e Júnior Baiano
 
FRAUDES EM  LICITAÇÕES E CONTRATOS PARA FORNECIMENTO DE MERENDA ESCOLAR E VIGILÂNCIA PELA EMPRESA WORKS
 
Blog do SP - 24/07/2012
Veja abertura de inquérito pelo MP para apurar fraudes em lIcitação e contrato para fornecimento de merenda escolar
O deputado estadual Simão Pedro (PT-SP) e o vereador de São José do Rio Preto, Marco Rillo (PT), foram signatários da representação que abriiu este inquérito que apurar indícios de irregularidades na contratação da empresa Works Serviços e Construção pela prefeitura de Rio Preto, envolvendo o  fornecimento de merenda
 
Blog do SP - 15/08/2012
Veja abertura de inquérito pelo MP para apurar fraudes em licitação e contrato para fornecimento de serviços de vigilância
O deputado estadual Simão Pedro (PT-SP) e o vereador de São José do Rio Preto, Marco Rillo (PT), foram signatários da representação que abriiu este inquérito que apurar indícios de irregularidades na contratação da empresa Works Serviços e Construção pela prefeitura de Rio Preto, envolvendo a prestação de serviços de vigilância
 
LEMBRANDO AS DENÚNCIAS DE JUNHO DE 2012
 

BANDALHEIRA GENERALIZADA NA PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO: PREFEITO FICAVA COM 65% DAS PROPINAS

 

Diário da Região

Lobista: ‘Em Rio Preto era tudo uma fraude’

O lobista Alcides Fernandes Barbosa, preso suspeito de integrar quadrilha que fraudou licitação para inspeção veicular no Rio Grande do Norte, acusou o ex-procurador-geral de Rio Preto Luiz Tavolaro de ter recebido carro e passagens aéreas como presentes de empresas que ganharam licitações na Prefeitura. O lobista disse ainda em depoimento gravado ao MP que Tavolaro “ficava com 35% de tudo o que o prefeito recebia.” Questionado por promotores o nome do prefeito, ele diz: “Valdomiro Lopes.” 
Ao longo de mais de 8 horas de depoimento prestados ao Ministério Público potiguar em que detalhou o suposto esquema de fraude no RN, aos quais o Diário teve acesso na íntegra, Barbosa se disse surpreso com o fato de o Ministério Público de Rio Preto ainda não ter iniciado investigação sobre as licitações realizadas pela Prefeitura. “Não sei porque o MP em Rio Preto não entrou ainda. Em São José do Rio Preto era tudo uma fraude.”

Segundo o lobista, ele e Tavolaro se conheceram por conta de um projeto habitacional que seria construído na região da subprefeitura de São Mateus, que tinha Clóvis Chaves como o responsável pelo projeto.

O lobista disse que Tavolaro e ele [ClóvisChaves] tinham uma relação de “irmão” e, além disso, Tavolaro queria se aproximar do senador Aloysio Nunes (PSDB).

[Se Tavolaro ficava com 35% da suposta propina recebida pelo prefeito Valdomiro Lopes, este, por dedução, ficava com 65%]

http://www.diarioweb.com.br/novoportal/Noticias/Politica/96405,,Lobista+Em+Rio+Preto+era+tudo+uma+fraude.aspx

 

 

Diário da Região

Lobista diz que viajou em jatinho com prefeito Valdomiro Lopes

O lobista Alcides Fernandes Barbosa, acusado pelo Ministério Público de integrar quadrilha que fraudou licitação no Rio Grande do Norte, rebateu o prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB), que no último sábado, em entrevista coletiva, disse que não conhecia o empresário - que denunciou suposto esquema de corrupção em licitações da Prefeitura de Rio Preto. 
Ao Diário, Barbosa declarou que não só conhece Valdomiro como já frequentou sua “mansão” no condomínio Damha, seu flat em São Paulo, na rua Borges Lagoa, e que até viajaram juntos de Brasília para Rio Preto no jatinho particular da empreiteira Direcional Construtora.

http://www.diarioweb.com.br/novoportal/Noticias/Politica/96598,,Lobista+diz+que+viajou+

em+jatinho+com+prefeito.aspx

 

 

NoMinuto

Vídeos constantes da reportagem acima. Salve-os em arquivos antes que sejam retirados deste sítio:

Assista aos vídeos gravados pelo Ministério Público durante delação premiada do lobista Alcides Fernandes Barbosa, que fez graves denúncias contra o ex-procurador-geral do município Luiz Antonio Tavolaro e contra o prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB). 
Parte 1: 
http://www.nominuto.com/multimidia/tv-nominuto/sinal-fechado-delacao-premiada-de-alcides-fernandes-pt-1/1740/ 
Parte 2: 
http://www.nominuto.com/multimidia/tv-nominuto/sinal-fechado-delacao-premiada-de-alcides-fernandes-pt-2/1742/ 
Parte 3: 
http://www.nominuto.com/multimidia/tv-nominuto/sinal-fechado-delacao-premiada-de-alcides-fernandes-pt-3/1743/ 
Parte 4: 
http://www.nominuto.com/multimidia/tv-nominuto/sinal-fechado-delacao-premiada-de-alcides-fernandes-pt-4/1744/

 

 

Blog do Rovai

Escândalo em Rio Preto pode atingir caciques do PSDB e chegar em Paulo Preto

A matéria que segue é do Diário da Região de São José do Rio Preto e foi produzida pelos jornalistas Rodrigo Lima e Alexandre Gama.

É impressionante a riqueza de detalhes com que o lobista Alcides Fernandes Barbosa narra como uma quadrilha que operava a licitação para inspeção veicular no Rio Grande do Norte também atuava em São José do Rio Preto e nas grandes obras do Estado de São Paulo como o Rodoanel e a calha do Tietê. E como operava na Dersa (de Paulo Preto) e no Daee.

Leia com atenção e atente para um detalhe. Rio Preto é a cidade do senador Aloysio Nunes Ferreira, que admitiu ser amigo de Paulo Preto que, inclusive, em nome da boa amizade lhe emprestou, em 2007, 300 mil para pagar uma parcela do apartamento que o senador comprou em Higienópolis

http://www.revistaforum.com.br/blog/2012/06/04/escandalo-em-rio-preto-pode-atingir-caciques-do-psdb-se-chegar-em-paulo-preto-2/

 


Fonte: Castor Filho

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar