Ir para o conteúdo

TIE-Brasil

Voltar a TIE-Brasil
Tela cheia Sugerir um artigo

RodapéNews - 26/11/2012, Segunda-Feira (Ditadura MILICANALHA, Showmício do STF, Segurança Pública em SP)

25 de Novembro de 2012, 22:00 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 91 vezes

(informações de rodapé e outras que talvez você não tenha visto)

 

De: Paulo Dantas

 
COMISSÃO DA VERDADE TERÁ ACESSO A DOCUMENTOS REVELADORES DAS ARTICULAÇÕES NO MUNDO DA DITADURA MILICANALHA
 
ARTICULAÇÕES PARA OCULTAR AÇÕES TERRORISTAS DE INTEGRANTES DO EXÉRCITO
Zero Hora
Documentos revelam como o Exército se articulou para ocultar explosões no Riocentro
Ataques tinham como alvo o show com cerca de 20 mil pessoas no Rio de Janeiro, há 31 anos
 
Saiba mais:

BRASIL ARTICULOU, DURANTE A DITADURA MILICANALHA, COOPERAÇÃO REPRESSIVA INTERNACIONAL
RBA
Gaúcho vai mostrar à Comissão da Verdade que Operação Condor foi criada pelo Brasil
Aos 74 anos, Jair Krischke falará à CNV na próxima segunda-feira em posse de documentos que atestariam a existência da cooperação repressiva internacional no Cone Sul e suas atividades no país, inclusive depois da Anistia
 
ANISTIA: PARCELA (CÚMPLICE) CONSIDERÁVEL DE ÍNCLITOS JUÍZES DO SUPREMO PISOU FEIO NA BOLA
 
Conjur - 9/04/2010
Supremo afasta revisão da Lei de Anistia
Sete dos nove ministros que participaram do julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental votaram contra a revogação da anistia para agentes públicos acusados de cometer crimes comuns durante a ditadura militar. Não votaram os ministros Joaquim Barbosa, em licença médica, e Dias Toffoli, que se declarou impedido
 
Última Instância - 15/04/2010
A Lei de Anistia e o terrorismo de Estado
Os crimes da oposição à Ditadura foram cometidos em situação de combate contra um regime ilegal, que instaurou o terror.
As torturas e homicídios praticados pelos agentes governamentais foram cometidos contra aprisionados, pessoas já fora de combate, que estavam sob zelo e cuidado do Estado
 
CA - 07/09/2012
Anistia: a História está nas mãos de Fux, o "roqueiro"
 
SÃO PAULO IMPOTENTE PARA COMBATER CRIME ORGANIZADO QUE TEM PARTICIPAÇÃO DO PCC E DAS MILÍCIAS, AFORA EXECUÇÕES DE INOCENTES FEITAS POR PMs
 
ONDA DE ASSASSINATOS CONTINUA APÓS TROCA DE SECRETÁRIO DE SEGURANÇA
Domingo Espetacular
Vídeo: Onda de violência provoca 50 mortes na semana em São Paulo (SP)
Depois de onze anos ostentando queda nos índices de criminalidade, São Paulo se vê novamente diante de números alarmantes. Somente nesta semana, foram mais de 50 homicídios. Esta onda de violência provocou mudanças no comando da segurança pública
 
Zero Hora / AB
Testemunhas acusam PMs de terem sido omissos em chacina realizada em São Paulo
Segundo relatos, quatro policiais militares podem ter envolvimento na chacina que vitimou três pessoas na zona sul da capital paulista
 
DIANTE DE DADOS ALARMANTES SOBRE CRIMES, IGREJA CATÓLICA FAZ PASSEATA PELA PAZ NA VILA BRASILÂNDIA.
 
POLÍCIA CONTINUA SEM PISTAS DOS "MOTOQUEIROS FANTASMAS ASSASSINOS" (SERIAM INTEGRANTES DAS CHAMADAS MILÍCIAS?) QUE APARECEM E SOMEM NUM PASSE DE MÁGICA EM DIVERSAS REGIÕES DE SP
 
Estadão - 16/11/2012
Com metralhadora, motoqueiros ferem 11 em festa; filho morre ao lado do pai
Três dos quatro mortos no Jardim Rochdale, em Osasco, tinham passagem pela polícia; familiares das vítimas acusam policiais
 
Estadão - 16/11/2012 - Pág. C4 - Caderno Metrópole
Neste link, além da notícia acima, saiba mais sobre ataques no ABC e passeata pela paz promovida pela Igreja Católica na zona norte de SP
 
POPULAÇÃO PAULISTA SEM CONFIANÇA NA POLÍCIA MILITAR E NO GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN (PSDB-SP)
RBA
Violência: 71% dos paulistanos não confiam em Alckmin
Pesquisa Datafolha mostra que aprovação ao governo tucano caiu de 40% para 29%; atuação na área de segurança é ruim ou péssima para 63%
 
EM MEIO À PIOR CRISE DO GOVERNO ALCKMIN
Valor - 26/11/2012
Secretário prega conciliação entre polícias e cooperação com governo federal
Em meio à pior crise da atual gestão de Geraldo Alckmin (PSDB) no governo paulista, o novo secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella Vieira, assumiu o cargo ontem com um discurso de conciliação com o governo federal. Ao marcar diferença em relação ao seu antecessor, o novo secretário prometeu a integração e valorização das polícias civil, militar e científica, mas sinalizou com mudanças na cúpula dessas entidades
 
ANÁLISE DA PESQUISA DATAFOLHA: POLICIAS, QUE DEVERIAM DAR PROTEÇÃO À POPULAÇÃO, SÃO VISTOS COMO AMEAÇA CONCRETA
Folha
Desconfiança alimenta medo dos paulistanos
Se há algo democrático hoje em São Paulo é o medo. Quase todos os entrevistados revelam algum grau de temor de serem pessoalmente atingidos pela onda de violência. Essa tendência beira o pânico na periferia, regiões da cidade onde as chacinas são mais frequentes.
Talvez porque boa parte dos moradores identifique naqueles que deveriam protegê-los uma ameaça concreta. O índice expressivo dos que enxergam a formação de grupos de extermínio por parte de policiais é equivalente ao dos que reconhecem a participação do PCC nos episódios recentes
 
INSATISFAÇÃO CRESCE ENTRE PMs COM CORTE DE SALÁRIO
Estadão - 26/11/2012
Novo chefe da PM enfrenta polêmica de corte de salário
Ação no STF provocou redução de até 20% nos vencimentos; caso provocou revolta e governo promete conversar com associações
 
REDUÇÃO DO PREÇO DA TARIFA DE ENERGIA ELÉTRICA
 
PSDB JOGA CONTRA: TEM LOBBY PARA QUE DEPUTADOS E SENADORES NÃO APROVEM A MP 579
 
Valor Econômico (via CP)
Fiesp ataca Cesp e Cemig e elogia o pacote do governo
A Medida Provisória 579 agradou ao presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, que promoveu campanha ruidosa contra os altos custos da energia do país.
Skaf elogia a presidente Dilma Rousseff por reduzir em 20% o preço da energia, e a estatal Eletrobras por ter aderido ao programa.
A Medida Provisória 579 agradou ao presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, que promoveu campanha ruidosa contra os altos custos da energia do país. Skaf elogia a presidente Dilma Rousseff por reduzir em 20% o preço da energia, e a estatal Eletrobras por ter aderido ao programa
 
RBA
MP do setor elétrico vira queda de braço entre governo e oposição
Dilma pede a parlamentares da base aliada que ajudem a convencer representantes da indústria de que mudanças são boas; PSDB e estatais nos estados formam linha de frente contra a medida provisória
 
Blog Energia a Preço Justo
Dilma e Fiesp fizeram a sua parte

Mas, para a nossa surpresa, tem gente jogando contra.

Se aprovada pelo Congresso Nacional, a Medida Provisória 579, dará para o povo brasileiro um desconto médio de 20,2% na tarifa a partir de 2013. Uma conquista que vai injetar R$ 24 bilhões por ano no bolso do consumidor brasileiro (um valor maior que o do Bolsa Família).

Porém, já tem lobby para que deputados e senadores não aprovem a MP, para atender aos interesses de algumas poucas empresas estatais, entre as quais a Cesp (do governo de São Paulo) e Cemig (do governo de Minas Gerais)  que enriqueceram durante décadas às custas de uma cobrança injusta na conta de luz de todos nós.

Tudo contra o interesse de 190 milhões de brasileiros
 
SHOWMÍCIO NO JULGAMENTO DO MENSALÃO
 

JUIZ DA SATIAGRAHA CRITICA LENTIDÃO DO SUPREMO, POR ESTAR "SOBREGARREGADO", E O FORO PRIVILEGIADO

 
[Rodapénews prevê trânsito em julgado do julgamento,  pelo andar da carruagem, apenas em meados de 2014, para frustração da mídia partidarizada]
 
[Enquanto parcela de juízes do Supremo se comporta como vestais no julgamento do "mensalão" do PT, as expectativas da população são grandes quando eles apreciarem a legitimidade da Operação Satiaghara, cuja instância inferior, o Superior Tribunal de Justiça, decidiu pela nulidade do caso]
 
Folha
Martin de Sanctis, juiz da Satiagraha diz que foro privilegiado é um 'sistema falido'
O tempo de tramitação do processo, que deve chegar a oito anos em 2013, para o juiz indica "a falência" do foro privilegiado, pelo qual diversas autoridades são julgadas somente no Supremo.
Diz que sempre achou inaceitável o foro de prerrogativa porque atenta à democracia, é um julgamento privilegiado. E totalmente ineficaz.
Veja a íntegra de sua entrevista
 

DATA VENIA, VALE A LEITURA DO EDITORIAL DO ESTADÃO REPRODUZIDO PELO VIOMUNDO

 

Viomundo - 24/11/2012

Estadão frustrado com a demora de petistas irem para a cadeia

Será que o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, vai dar ordem para que o acórdão do mensalão fure a fila?

[PS do Viomundo: Diferentemente do que alardeia a mídia, eventuais prisões só poderão ocorrer após o trânsito em julgado da decisão. Antes dela, os advogados dos condenados deverão questioná-la. Em juridiquês, interpor, como exemplo,  embargos infringentes, que terão de ser examinados por todos os ministros do STF. Não bastasse esse trâmite, existem, pelo menos, existem 2.632 processos julgados definitivamente pelo Supremo, cujas decisões não foram publicadas no Diário Oficial.

Só a partir daí elas passam a valer. Ou seja, muita água ainda rolará embaixo dessa ponte]

http://www.viomundo.com.br/politica/estadao-frustrado-com-a-demora-de-petistas-irem-para-a-cadeia.html

 

COM ESTE SUPREMO TUDO PODE ACONTECER

RBA

STF não pode determinar cassação de mandatos, afirma jurista

Para Dalmo Dallari, só a Câmara pode decidir sobre o futuro dos deputados condenados na Ação Penal 470; interferência do Supremo seria inconstituional

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/2012/11/stf-nao-pode-determinar-cassacao-de-mandatos-afirma-jurista

 

MENSALÃO FOI UM REALITY SHOW, UM VERDADEIRO SHOWMÍCIO, AFIRMA JOÃO SANTANA, MARQUETEIRO DO PT, EM ENTREVISTA À FOLHA

 

SHOWMÍCIO NO JULGAMENTO DO MENSALÃO

Folha

Mensalão foi um 'reality show', diz Santana

Marqueteiro do PT adverte ministros do Supremo e diz que excesso midiático 'intoxica' e é um 'veneno'

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/80221-mensalao-foi-um-reality-show-diz-santana.shtml

 

LULA PARA GOVERNADOR DE SP

Folha

'Lula é o melhor para governo paulista em 2014', diz marqueteiro João Santana

Mais político e engajado do que nunca esteve, o marqueteiro preferido pelo PT desde 2006, João Santana, declara que o melhor nome do partido para disputar o governo de São Paulo é o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2012/11/26/c4.pdf

 

JULGAMENTO DO MENSALÃO FAZ PARTE DE UM CONTEXTO DE APROFUNDAMENTO DA REPRESSÃO SELETIVA CONTRA MOVIMENTOS SOCIAIS E SINDICAIS

Viomundo

Lincoln Secco: A guerra contra a esquerda no Brasil

Os recentes atos públicos contra o julgamento político  a que  foram submetidos dirigentes petistas como José Dirceu e José Genoíno levaram setores da grande imprensa  a tentar pautar o Partido dos Trabalhadores e o próprio governo Dilma, sugerindo que não lhes interessaria a defesa de réus condenados, pois eles pertenceriam ao passado.

Todavia a esquerda, e não só a do PT felizmente tem outra avaliação. A judicialização da política e a  politização da justiça aprofundam a  repressão seletiva contra os movimentos sociais, restaurando práticas superadas na história do Brasil. A esdrúxula interpretação que o STF concedeu à assim chamada teoria do  domínio do fato poderá e provavelmente será usada contra o MST, o movimento estudantil, os sindicalistas etc.

 

 

 

COMBATE PERMANETE À CORRUPÇÃO

 

Estadão - 26/11/2012

Investigação da PF faz prestígio de titular da AGU despencar no Planalto

A demissão do advogado-geral-adjunto da União José Weber Holanda Alves por ordem da presidente Dilma Rousseff, no sábado, tornou praticamente nulas as possibilidades de o ministro Luís Inácio Adams, advogado-geral da União, ser escolhido chefe da Casa Civil - em caso da saída da titular Gleisi Hoffmann - ou ocupar uma cadeira do Supremo Tribunal Federal.

A posição política de Adams diante da presidente enfraqueceu muito porque Weber Holanda, seu braço direito na AGU, é apontado pela Polícia Federal como suspeito de participar de um esquema de venda de pareceres técnicos, desvendado pela Operação Porto Seguro, deflagrada sexta-feira

http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2012/11/26/A4.pdf

 

SAÚDE DO BRASILEIRO CORRE PERIGO COM LIBERAÇÃO ILEGAL DE AGROTÓXICOS

 

 

GOVERNO DILMA TEM QUE FAZER AUDITORIA NA ANVISA DIANTE DA CONSTATAÇÃO DE PROCURADOR DA REPÚBLICA E DE DENÚNCIAS SOBRE LIBERAÇÃO FRAUDULENTA DE AGROTÓXICOS

 

Folha - 26/11/2012

Agrotóxico 'já está na nossa casa', afirma procurador

Encarregado pela apuração de um suposto esquema de liberação ilegal de agrotóxicos no país, o procurador Carlos Henrique Martins Lima, do Ministério Público Federal no Distrito Federal, afirma que um dos produtos sem avaliação de risco à saúde humana "já está na nossa casa"

Encarregado pela apuração de um suposto esquema de liberação ilegal de agrotóxicos no país, o procurador Carlos Henrique Martins Lima, do Ministério Público Federal no Distrito Federal, afirma que um dos produtos sem avaliação de risco à saúde humana "já está na nossa casa"

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1191221-agrotoxico-ja-esta-na-nossa-casa-afirma-procurador.shtml

 


Fonte: Castor Filho

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar